Custóias - Procissão em honra de Nossa Senhora das Dores

Com tradições seculares

 

No último domingo decorreu no lugar de Esposade a procissão que visa homenagear a Nossa Senhora das Dores. Foram muitos os que saíram às ruas de Esposade, para acompanharem esta procissão, que comparada com as outras procissões do concelho, é das mais pequenas, mas mesmo assim não perde fiéis.

 

E nem o presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Guilherme Pinto, deixou de marcar presença, fazendo assim parte da procissão, ladeado de Pedro Tunes, presidente da Junta de Freguesia de Custóias. A procissão de Nossa Senhora das Dores começou por se realizar no quarto domingo de Agosto, para se fixar, desde o início do século passado, no terceiro domingo de Setembro. Milhares de penitentes, de todas as idades e categorias sociais, incorporam-se todos os anos no cortejo religioso, na maioria descalços e com velas do seu tamanho na mão ou representativas da parte do corpo onde se pretende que ocorra a cura.
Ainda se encontram grupos de pescadores com as roupas usadas no mar aquando de naufrágios ou ocasiões de perigo, e muita gente do campo agradecendo o ano agrícola proveitoso e suplicando boas colheitas para as safras.

 

Decorre em meados de Setembro esta festividade com tradições seculares. Maria Silva, católica praticante, e espectadora atenta da procissão, sentia-se bastante feliz com a cerimónia e por ver tanta gente da terra a desfilar. «Até o presidente cá veio», dizia ela, arrancando sorrisos a quem por ali passava.

 

 

Por: Francisco Adrião in Matosinhos Hoje edição de 20-09-06

 

 

Voltar atrás

 

Webmaster: Hugo Costa 2003