Mega-operação da GNR na Feira de Custóias resulta em três detenções

 

A GNR levou ontem a cabo uma operação na Feira de Custóias, Matosinhos, que resultou na detenção de três pessoas, diversos autos e na apreensão de artigos no valor de quase 160 mil euros.

 

Durante a "operação trapinhos", na qual participaram 180 efectivos, três militares da GNR foram agredidos "com ferros e a soco", tendo necessitado de receber assistência hospitalar, conforme indica a Guarda Nacional Republicana.

 

Em comunicado enviado esta madrugada à Lusa, o Grupo Territorial de Matosinhos da GNR, que dirigiu a operação, indica que o objectivo foi "restabelecer a legalidade, a ordem e a tranquilidade pública das populações", tendo-se verificado ao início uma "reacção hostil e agressiva de alguns feirantes".

 

Em resultado das agressões e da "obstrução ao exercício da autoridade", foram detidos três indivíduos, que serão presentes amanhã de manhã no tribunal judicial da comarca de Matosinhos, após passarem o fim-de-semana nas celas do quartel de Matosinhos.

 

Segundo revela a GNR, foram elaborados 23 autos por infracções ao código da propriedade industrial, tendo sido apreendidas 6354 peças de vestuário no valor total de 156740 euros, um veículo ligeiro de mercadorias, além de, 74 DVDs no valor de 1110 euros, na sequência de um auto por crime de direitos de autor.

 

A mercadoria apreendida foi levada para as instalações do Grupo Fiscal do Porto que também participou na operação.

 

Na operação "trapinhos", realizada entre as 14h30 e as 18h00 de ontem, participaram "quatro oficiais, 15 sargentos, 38 cabos, 123 soldados e 29 viaturas ligeiras, três viaturas pesadas de mercadorias, duas viaturas pesadas de passageiros e uma viatura reboque", indica ainda a GNR de Matosinhos.

 

 

Por: Agência Lusa in Publico edição de 10-08-03

 

 

Voltar atrás

 

Webmaster: Hugo Costa 2003