Câmara de Matosinhos aprova projecto para a vila de Custóias

600 mil euros para novo centro cívico

 

Ao lado da Junta de Custóias vai nascer um novo centro cívico, um espaço há muito esperado pela população. O equipamento terá um auditório, salas polivalentes, bar, biblioteca, espaço internet e salas de reunião.

 

Na parte exterior do edifício com dois andares será construído um jardim arborizado. Este equipamento deverá estar concluído em 2005 e terá um custo global de 600 mil euros. Este centro pretende receber jovens e idosos que pretendem passar alguns momentos de lazer, de convívio e de reflexão, promovendo a interligação entre as diversas gerações.

 

De acordo com a autarquia o novo espaço público será um edifício flexível e polivalente, adaptável às condições programáticas que possam surgir na freguesia. Esta proposta foi aprovada por unanimidade.

 

Fernando Pereira distinguido

 

Na reunião de ontem, presidida pelo vice-presidente Guilherme Pinto, os vereadores da câmara municipal deliberaram, também, a atribuição da Medalha de Mérito Dourada Fernando Pereira. O atleta paralímpico que venceu a medalha de prata em Atenas, na modalidade de Boccia, é natural de Matosinhos. Para a autarquia, o homenageado “lutou contra a fatalidade, afirmando-se como pessoa, garantindo o pleno exercício da sua cidadania”. Fernando Pereira reúne várias premiações, nomeadamente a medalha de ouro no Campeonato do Mundo de Boccia, em 2002 e 7º lugar no Campeonato de Mundo de Vela Adaptada. Os vereadores aprovaram ainda o apoio a 12 instituições desportivas e culturais do concelho, num investimento total de cerca de 57 mil euros.

 

Vias de Comunicação

 

Na área do urbanismo, a autarquia vai requalificar diversas ruas do concelho, onde se destacam as intervenções na Rua Godinho Faria e Silva Brinco, em S. Mamede de Infesta. Esta empreitada, com um custo total de 360 mil euros, destina-se à reparação pontual da rede de infra-estruturas de águas pluviais e residuais, pavimentação e pintura da sinalização horizontal. outra das artérias mamedenses que vai ser alvo de intervenção é a Rua Brito e Cunha.

 

Ainda neste âmbito, a câmara municipal vai criar um sistema de «malha viária» para a zona de Santana, em Leça do Balio. Este plano pretende ser uma macroestrutura que servirá de matriz para o desenvolvimento urbano da localidade, preservando, contudo, os seus aspectos rurais.

 


 

STCP

Estudo global

 

No período antes da ordem do dia, o vereador Guilherme Pinto apresentou uma proposta para que seja elaborado um estudo global da prestação dos STCP, em todo o concelho, nomeadamente na sua integração com o metro. Outros dos assuntos que deverão ser destacados neste plano são o desaparecimento das paragens no IC1 e a extinção da carreira 44, que foi substituída pela 45, que liga a Cordoaria à Praia de Angeiras.

 

 

Por: Pedro Miguel Rodrigues  in O Primeiro de Janeiro edição de 12-10-04

 

 

Voltar atrás

 

Webmaster: Hugo Costa 2003