PS visita Custóias à mesma hora da declaração de Narciso Miranda

Ausência da GNR preocupa autarcas

 

A concelhia do PS promoveu, no sábado, uma visita a Custóias, à mesma hora que Narciso Miranda fazia uma declaração pública. Manuel Seabra considerou fundamental tomar consciência dos problemas locais, nomeadamente o relacionado com o quartel da GNR.

 

O futuro do quartel da GNR de Custóias foi um dos assuntos em destaque durante a visita à freguesia promovida pela concelhia do PS. A deslocação coincidiu, no tempo, com a declaração pública de Narciso Miranda.

 

No entender de Manuel Seabra, a deslocação teve como principal objectivo tomar o pulso aos problemas mais complexos da localidade e as preocupações da população. "Não podemos esquecer que estamos perante uma parcela do concelho", acrescentou.

 

Para o mesmo responsável, uma das questões que mais preocupa os habitantes de Custóias são os "eternos adiamentos" na abertura do posto local da GNR. No entender de Manuel Seabra, a entrada em funcionamento e a presença dos agentes seria benéfica pois permitiria superar alguns problemas de segurança. A propósito desta questão, José Tunes, presidente da junta de freguesia, acrescentou que a autarquia por si liderada foi já obrigada a intervir para apagar os grafites que, entretanto, foram surgindo naquele espaço. "Pedi várias audiências ao comandante da GNR e ao governador civil. Parece que os problemas se resumem à falta de água e de luz e ao excessivo valor pedido pela Portgás para a instalação do gás", explicou. Apesar deste cenário, José Tunes, mostrou-se convicto de que a abertura do espaço para as forças de segurança deverá acontecer ainda durante este ano, "embora não com a velocidade que todos desejamos".

 

Centro de saúde

 

Se a questão do posto da GNR parece estar "bem encaminhada" o mesmo não se pode dizer da construção do novo centro de saúde que possa servir a população. José Tunes lembrou que existe já um terreno cedido pela câmara municipal que ofereceu o projecto ao arquitecto Luís Miranda. No entanto, referiu, que as verbas inscritas no PIDDAC de 2003 foram retiradas do mesmo documento, mas referente ao ano em curso. Além disso, o presidente da Unidade Local de Saúde considera a obra como não prioritária, preferindo alargar o existente na Senhora da Hora. Outro dos assuntos abordados durante o encontro foi a construção do novo centro cívico, também designado como casa da cultura. A este propósito, José Tunes mostrou-se esperançado no apoio do município. O presidente da Junta de Custóias saudou igualmente a abertura do concurso público para a recuperação do Bairro de S. Gens e a realização de obras de reinserção urbanística em vários pontos da freguesia.

 


 

A saber...

Vias de comunicação

 

Durante o encontro com a concelhia do PS, José Tunes, coordenador local do partido, salientou o facto de, em 2004, a construção do IP4 se iniciar, devendo finalizar em 2007. O autarca reconheceu que este equipamento vai ter vantagens para o concelho, razão pela qual "vale a pena o sacrifício". A nível de melhorias nos transportes para os habitantes daquela zona, o presidente da Junta de Custóias lembra a construção de estações de metro nas Carvalhas, Gatões, Esposade (Póvoa de Varzim) e Fonte do Cuco, Cândido dos Reis, Pias e Gondivinho (Trofa). No caso das Carvalhas, este assunto assume particular relevância devido a dificuldades de acesso ao exterior por parte dos moradores.

 

 

Por: Eduardo Coelho in O Primeiro de Janeiro edição de 04-02-04

 

Voltar atrás

 

Webmaster: Hugo Costa 2003